domingo, abril 13, 2014

GDF vence tudo, até o anti-jogo. Vitória no último lance da partida


O GD Fabril venceu, esta tarde, na Arrentela, por 1-2. Um jogo de muita entrega onde a justiça só aconteceu ao minuto 90'+7. O claro anti-jogo da equipa da casa no segundo tempo, foi ultrapassado com a classe do remate de Conceição. O GDF jogava com 10.
Foi uma primeira parte excelente do GDF. Domínio total colocando o adversário encostado ao seu meio-campo. Aos 15 minutos de jogo, Nascimento surgiu isolado, permitiu uma primeira defesa e na recarga inaugurou o marcador.
Até final do primeiro tempo o jogo teve apenas um sentido: a baliza do Arrentela.
No segundo tempo a equipa da casa correu atrás do prejuízo, e sem criar grande perigo acabou por chegar ao empate. O árbitro entendeu que o guarda-redes fabril, Carlos, travou à margem das leis o avançado contrário e apitou grande penalidade. Em consequência do lance, Carlos foi expulso. Na conversão o Arrentela chegou ao empate.
Após o golo da equipa da casa, 'começou' um novo jogo. O Arrentela fez um anti-jogo vergonhoso, nunca procurando ganhar vantagem no marcador mas sim em quebrar o ritmo e a reação fabril. Manuel Correia a jogar com 10, abdicou de um defesa e lançou mais um avançado. Banana viu depois disso o guardião local negar-lhe por duas vezes o golo.
O árbitro para compensar o anti-jogo deu então 7 minutos de compensação, dos quais jogaram-se...3. Foi nos segundos finais do 7º minuto que Luís Conceição, de livre direto, fez um extraordinário golo e levou à loucura os adeptos do GDF presentes nas bancadas. Estava feita justiça!
Resta dizer, que depois do que se passou esta tarde, nem o anti-jogo nos trava...

2 comentários:

  1. É este querer, este acreditar até ao ultimo instante que se define lideres. A equipa ciente da importância deste jogo, começou por dominar o encontro desde o inicio, com boa troca de bola e o culminar desse esforço com um golo oportuno de Nascimento, jogador em grande evidência no ataque na primeira parte.
    No segundo tempo numa das poucas vezes que funcionou o contra ataque do Arrentela veio o caso do jogo, o penalti e a consequente expulsão do guarda redes Carlos.
    Mesmo com 10 e com o intensificar do anti jogo por parte do Arrentela, o Fabril veio para a frente com a vontade de ganhar o jogo, e, vem a recompensa, materializada numa assinatura genial deste grande central que é Luis Conceição, é o homem do momento em dois jogos importantes, não obstante a influencia que todos tem para que tudo corra bem, o grupo em si está de parabéns e os sócios estão presentes e agradecem. Sócio nº 238.

    ResponderEliminar

Espaço para uso APENAS de adeptos do GD Fabril. Aqui não há lugar para 'antis'. O vosso lugar é em outros endereços.

Não se esqueça que para ser respeitado terá de respeitar primeiro. Este espaço respeita-o, faça o mesmo.

Qualquer comentário poderá ser apagado sem qualquer tipo de aviso prévio.
Não seja anónimo, identifique-se.