Entrevista ao técnico Flávio, campeão distrital de juvenis - ...a nossa voz.

ÚLTIMAS

Weather (state,county)

BLOG NÃO OFICIAL DO GD FABRIL

quinta-feira, maio 16, 2013

Entrevista ao técnico Flávio, campeão distrital de juvenis

O GDF sagrou-se campeão distrital de juvenis, pela segunda época consecutiva. Depois de na última época uma equipa fantástica de miúdos terem visto os regulamentos mais injustos roubar-lhes um ano de trabalho e esforço, a resposta voltou a ser dada dentro das quatro linhas, onde nos últimos dois anos nenhuma equipa conseguiu ser melhor. Porque os campeonatos ganham-se dentro do campo, o GDF voltou a ser melhor.
O técnico Flávio Santos teve um ano de muito trabalho, onde por incrível que pareça teve de motivar um plantel campeão a jogar onde não merecia. 
Após as celebrações, mais do que justas, "a nossa voz" esteve em conversa com o técnico campeão.

Antes de responder às questões gostava de deixar apenas umas palavras (pequena homenagem) aos meus jogadores…
Após 9 meses de intensa preparação, 117 treinos, ao fim de 26 jornadas, 24 jogos, 19 vitórias, 2 empates, 3 derrotas, 59 pontos, 56 golos marcados, 15 sofridos... eis que os juvenis do Grupo Desportivo Fabril , se sagraram pelo 2º ano consecutivo (sim leram bem, 2º ano consecutivo 2011/2012 e 2012/2013) CAMPEÕES DISTRITAIS DE JUVENIS DA 1º DIVISÃO DA ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE SETÚBAL.
As minhas primeiras palavras são para os meus jogadores, eles não foram enormes, são gigantes... é um orgulho e um privilégio ser treinador destes miúdos fantásticos. Ficará para sempre entre nós as palavras que vos dirigi na palestra antes do jogo que vos consagrou, confesso que foi difícil conter a emoção que estava dentro de mim (sei que vocês repararam que a voz tremeu), o quanto feliz estava por ao fim de um ano termos todos juntos conseguido chegar à ultima jornada em condições de repor a justiça, atenuar um pouco o sentimento de frustração da época transacta, e à custa de muito esforço, do vosso suor gritarmos novamente bem alto CAMPEÕESSSSSSSSSSSS. ESTE TITULO É VOSSO E SÓ VOSSO, NINGUÉM VOS TIRA.

Um ano depois de uma enorme injustiça podemos dizer que foi o título de 'raiva'?
- Não de “raiva”, pois é  um termo demasiado selvagem, mas sim um grito de revolta, um título em que investimos todo o nosso orgulho, e demonstramos ao “mundo”  do Futebol Distrital de que massa somos feitos, qual o calibre dos vencedores, serviu para repor a verdade desportiva, e quando a justiça nada fez, fizemos justiça, não pelas próprias mãos, mas pelos próprios pés!!!

Como foi motivar um plantel que foi campeão e que não o deixaram subir?
- Confesso que não é  uma situação fácil, são daquelas situações que por mais estudos, investigações, leituras que possamos fazer, nunca se está preparado para lidar com tamanha injustiça e frustração que provoca nos jogadores, não só os abalou a eles, mas também a mim e a todos os que lutaram durante a época para o título. Primeiro tive de sarar a minha ferida, depois foi tratar de ajudar os meus jogadores, OS CAMPEÕES.

1º PASSO – Não abandoná-los, tive algumas propostas de outros clubes, tive também a oportunidade interna de subir e assumir os Juniores, mas entendi que a melhor forma de apoio e de ajudar os atletas era ficar junto deles e lutarmos juntos, eu estava lá, no melhor e no pior.

2º PASSO – Puxar do orgulho deles, fazer emergir o amor-próprio e coletivo, e desafia-los a darmos um grito de revolta, dar-mos uma chapada de luva branca todos os que nos injustiçaram e nos roubaram um título que custou tanto a conquistar em campo.

3º PASSO – fazê-los acreditar no seu valor e qualidade, (e eles têm tanto dos dois), demonstrar-lhes que eles tinham capacidades para percorrer todo o percurso de novo, e que no final não iríamos dar margem para dúvidas nem esquemas e sermos de novo campeões. E eles acreditaram, aceitaram o desafio e iniciaram tudo de novo, o resultado agora vocês já sabem.

Positivo e negativo da época?
- Positivo foi o grupo que se criou, a união do inicio ao fim, a entre-ajuda, posso afirmar que somos uma verdadeira família. De uma forma abrangente posso dizer que tudo é positivo, estamos num processo de formação, um processo de ensino-aprendizagem, e tudo é enriquecedor para a formação destes jovens jogadores. De negativo prefiro não salientar nada, até porque corria o risco de ser indelicado.

O que esta conquista significa para ti?
- Para mim significa muito, depois do que se passou, todas as adversidades, desde: colocarem em causa a minha competência, (sim meus “amigos” eu sei que colocam e colocaram) não oiço mas não preciso para saber, por muitos ser colocada em causa a minha continuidade à frente deste grupo.
Este foi também o meu grito de revolta para todos os meus críticos, todos aqueles que pensaram que o que se conquistou anteriormente foi só porque os jogadores eram talentosos (sem o talento deles seria impossível isso é certo).
Mas acima de tudo foi o significado de justiça, conseguimos todos juntos repor a VERDADE DESPORTIVA, valor tão apregoado no nosso dia à dia, mas que depois, é um treta!!!

A quem dedicas este título?
- Dedico este título a todos os que tiveram envolvidos de forma directa e indirecta tanto nesta caminhada para o título, como na anterior…
Em termos pessoais tenho de dedicar este título à minha família. Eles que são os mais prejudicados no meio de tudo isto, o tempo que lhes roubo em detrimento do futebol.
Ao meu pai... o meu maior fã. À minha mãe que fica em casa a sofrer sozinha todos os domingos. À minha mulher, que 4 dias por semana fica a fazer papel de Pai e Mãe, que está sempre lá, quando ganho e quando Perco. E à minha filhota, a melhor coisa do mundo. Desculpa o Pai sair de casa ás escondidas, na tentativa que tu não te apercebas, desculpa o pai quando queres ficar mais tempo a brincar no parque e o pai tem de ir dar treino, desculpa o pai quando fecha a porta na tua cara e sai para ir para os jogos, e ficas a chamar por mim: "Pai... não sai... fica...". DESCULPA FILHA!!!

A cada dia que passa os clubes têm de viver mais da sua formação. Acreditas que esta pode ser uma geração muito importante para o clube?
- Eu não só acredito, como apelo seriamente a quem comanda os destinos do nosso clube, estes miúdos têm um potencial enorme e precisam ser acarinhados, pois muitos deles quando na 2ª época de Juniores e continuando num processo de treino devidamente planeado e estruturado, têm claramente condições para ingressarem o plantel sénior deste clube.

Em clima de festa, queres deixar umas palavras aos jogadores, restante equipa técnica, directores, adeptos…?
- Jogadores: Tudo o que lhes possa dizer nunca demonstrará o quanto me orgulho deles, o quanto eles me ensinaram, o quanto eles me inspiram para continuar a lutar pelo meu sonho… Vocês são fantásticos, nunca percam o que de melhor vocês têm, nem deixem que ninguém vos diga que é impossível, que alguém vos roube o sonho, quando alguém o tentar fazer, ignorem, se for difícil digam-me, eu trato desses profetas da desgraça. Para sempre e para tudo o amigo/mister Flávio estará ao vosso lado!!!

Adeptos: Aos maiores adeptos desta equipa, os seus pais e familiares. Ao longo da época foram também eles inexcedíveis no apoio e acompanhamento dos e aos seus filhos... Este titulo tem muito de vós, e pertence-vos. OBRIGADO!
Aos sócios e simpatizantes do Grupo Desportivo Fabril uma palavra de agradecimento pelo apoio dado a estes jogadores, ainda que, e desculpem a sinceridade (mas foi assim que me educaram) por tudo o que eles (jogadores) passaram, deveriam ter tido uma moldura humana bem mais rica para os apoiar no Campo do CD Pinhalnovense, na altura da consagração. Afinal o título também é para o historial do clube. Mas mesmo assim o meu muito obrigado.
Um obrigado especial ao sócio Sr. Carlos Marques, obrigado por tudo, ele sabe ao que me refiro.
Também todos os elementos da estrutura do futebol de formação do GD Fabril estão de parabéns, este titulo é vosso também, pois nada se conquista sozinho.
E porque muitas vezes ninguém valoriza o trabalho realizado pelos treinadores adjuntos, eu tenho que dizer que sem o contributo, de excelente qualidade e realizado de forma tão profissional e ainda por cima de forma gratuita (minto pagam para treinar o clube) prestado pelos Mister's Bruno Pereira & Ruben Saramago, não teria sido possível e seria mesmo impossível enfrentar todas as adversidades internas e externas. Aos dois o meu muitíssimo obrigado. Também vocês são enormes! Agradeço-vos por tudo!!!

E agora o futuro. Continuas no escalão de Juniores B?
- Quanto ao meu futuro ainda nada está definido, já surgiram dois convites, que declinei, pois não se enquadravam naqueles que sãos os meus objectivos relativos ao meu percurso no futebol. Sei que a direcção do GD Fabril também pretende a minha continuidade.
No imediato o meu grande objectivo passa por me integrar numa equipa técnica do futebol sénior, que poderá  ser na “figura” de treinador adjunto, ou como preparador físico, ainda que este ultimo seja uma “espécie” em vias de extinção no futebol moderno. Se esta oportunidade me fosse dada dentro do GD Fabril seria excelente, pois representei este emblema durante 6 anos como jogador e já lá vão mais 9 na função de treinador.
Contudo sou uma pessoa ambiciosa e tenho metas traçadas e “revolta-me” ver serem dadas oportunidades a pessoas que não demonstraram metade da competência, trabalho, dedicação e profissionalismo com que me dedico a esta actividade de treinador de futebol.
Como diz o ditado – “O Futuro a Deus Pertence… e EU TENHO UM SONHO…!!!

5 comentários:

  1. Força Flávio! O sonho comanda a vida, por isso não desistas nunca..Abraço

    ResponderEliminar
  2. Mister Flávio desde já quero felicitar-te pelo feito, bem como extensível a todo o staff e em particular ao excelente grupo de jovens pois conheço-os muito bem, com este título a duplicar eles já são campeões a triplicar pois alguns deles também já foram campeões em Infantis/B no Futebol de 7, pois não é fácil fazer o que fizeste, pelo que conheço do clube foi a primeira vez no historial do clube que uma equipa de juvenis foi campeã duas vezes consecutivas. Uma palavra também de apreço aos pais, sim porque conheço-os muito bem e nunca declinam nada que se lhes peça estão sempre muito atentos aos pequenos promenores que por vezes quem os comanda não os vê por causa da envolvência, por essa razão estes pais são simplesmente extraordinários e procuram minimizar esses pequenos promenores de grande importância na força do Grupo de trabalho. Quanto à continuidade é como tu dizes "O Futuro a Deus Pertence...." e sinceramente espero que a Direção tenha em consideração do trabalho feito.
    Um grande abraço Flávio, Bruno e Ruben.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro José Lourenço

      Tal como todos os demais "fabrilistas" também me sinto orgulhoso pelo feito...por todas as razões e mais uma que me liga emocionalmente ao "mister/prof." Flávio, que acompanhei durante alguns anos na sua fase de formação enquanto atleta nesse mesmo clube... É exactamente aqui que não posso concordar totalmente consigo quanto ao "RECONHECIMENTO", uma vez que num dia em que fiz 300Kms para assistir a um jogo desta equipa (em Sesimbra), presenciei um leque enorme de comentários infelizmente pouco simpáticos sobre as competências do referido treinador...essencialmente por pais! (alguns dos quais os que refere como "extraordinários").

      Os pais, por todo o apoio que prestam a um clube que tem e infelizmente continuará a ter graves problemas de gestão das necessidades, são sempre um suporte fantástico. No entanto, parece-me que o Treinador Flávio, que obteve um resultado a todos os niveis NOTÁVEL, em 2 anos consecutivos, no mesmo escalão, não tem o reconhecimento dentro da estrutura à qual sempre deu tanto!...e que ai cresceu!(enquanto se formou)...e provavelmente é alguém que enquanto profissional, tem competências, inclusivamente académicas, para estar numa estrutura com um equadramento ao mais alto nivel do futebol.
      SOLUÇÃO: Terá de sair, para que um dia aqueles a quem ouvi criticar ou continuam a não acreditar, possam dizer com um orgulho´"amnésico", que os seus filhos, ou o clube tiveram este treinador neste clube...porque ele tem muito para triunfar...e vai chegar lá!
      Olhem bem para os resultados dos outros escalões de formação...e continuem a tratar cada um dos escalões como uma "quintinha"...e aquele que está época foram campeões com todo o mérito estarão para a próxima época a lutar por que lugar no escalão acima?... e no nacional? que realidade?...que estrutura?

      Sem mais...
      Atentamente
      PARABÉNS A TODOS OS ENVOLVIDOS

      MJP

      Eliminar
  3. simplesmente para a proxima epoca este escalão de juvenis não terá sucesso no campeonato nacional porque a equipa que ganhou 2 anos consecutiva o campeonato distrital sobe toda a juniores e os melhores que ficam nos juvenis muito possivelmente vão-se embora, se esta equipa o ano passado joga-se um nacional acredito plenamente que com o trabalho do mister Flávio conseguia ir longe, passando a 1º Fase e lutando na 2º.
    comprimentos

    ResponderEliminar
  4. O mais importante quando se fala em Futebol de Formaçao e a na sua Estrura, com "quintinhas ou sem quintinhas" temos que ANALISAR o que a DIRECÇÂO pretente e em que moldes se pretende. FUTEBOL DE FORMAÇAO e muito mais que apenas dizer que temos Fut. Formaçao e, estariamos aqui a escrever varias horas para se falar em FORMAÇAO.
    Ou se faz FORMAÇAO com resultados desportivos e Jogadores com o objectivo da equipa Principal ou se faz uma EMPRESA DESPORTIVA, e ai o que interessa e a componente financeira. ESTA E A VERDADE.
    Em relaçao aos Juvenis e se recoradam a forma como este Grupo nao foi Campeao de Iniciados ha 2 epocas atras ? E o mesmo grupo cheio de qualidade, que pode ( podia ) fazer Historia nes Grupo D. Fabril. PARABENS A TODOS OS JOGADORES.

    ResponderEliminar

Regras dos comentários

...a nossa voz mantém um sistema de comentários para estimular a troca de ideias e informações do Clube entre seus leitores, além de aprofundar debates sobre assuntos abordados nos artigos.

Este espaço respeita as opiniões dos leitores, independentemente das suas ideias ou divergência das mesmas, no entanto não pode tolerar constantes insultos e ameaças.

Assim o blog não aceita (ou apagará) comentários que:

- Contenham cunho racistas, discriminatórios ou ofensivos de qualquer natureza contra pessoas;
- Configurem qualquer outro tipo de crime de acordo com a legislação do país;
- Contenham insultos, agressões, ofensas;
- Contenham links externos que nada acrescentem à 'discussão';
- Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;

Não cumpridas essas regras, o blog reserva-se o direito de excluir o comentário sem aviso prévio.

Avisos:

- Respeitadas as regras, é livre o debate dos assuntos aqui postados.
- Os comentários são de exclusiva responsabilidade civil e penal de seus autores e/ou “reprodutores”, participantes que reproduzam a matéria de terceiros.
- Ao postarem suas mensagens, os comentadores autorizam "..a nossa voz" a reproduzi-los no blog;

Não se esqueça que para ser respeitado terá de respeitar primeiro. Este espaço respeita-o, faça o mesmo.