GDF 1-1 Barreirense: Empate com sabor a derrota - ...a nossa voz.

ÚLTIMAS

Weather (state,county)

BLOG NÃO OFICIAL DO GD FABRIL

domingo, setembro 23, 2012

GDF 1-1 Barreirense: Empate com sabor a derrota

O GDF perdeu esta tarde dois pontos no dérbi do Barreiro. A equipa de Conhé foi a melhor sobre o relvado, a que procurou vencer durante os 90 minutos, a que criou mais e melhores oportunidades de golo, mas não foi além de um empate a uma bola.
O GDF pode apenas queixar-se de si para não ter saído com uma vitória tranquila frente a um adversário que pode ter valor mas não o do GDF.
Depois de uma primeira parte sem golos o GDF chegou à (justa) vantagem por Ruben Guerreiro, aos 57 minutos.
Depois assistiu-se a um jogo de sentido único onde o GDF dispôs de várias oportunidades para dilatar a vantagem. Lá está, quem não marca sofre, e foi o que aconteceu, aos 83 minutos, por intermédio de David Martins. 
Até final o GDF procurou chegar ainda ao golo da vitória, teve boas oportunidades para isso, mas a injustiça perdurou até final do encontro. 
Com este resultado o GDF encontra-se assim no 2º lugar da classificação com 4 pontos, menos 2 que o líder, Sacavenense.

11 comentários:

  1. Sim, podiamos e deviamos ter ganho.
    Isto, num dia em que esgotámos a casa de manhã, no Futsal, e à tarde, no Futebol. Não é isso que significa acabarem os bilhetes?

    ResponderEliminar
  2. Nao devemos ter visto o mesmo jogo mas pronto... sao opinioes

    ResponderEliminar
  3. Mais e melhores ocasiões para o Fabril, mas o resultado acaba por ser certo...
    Dualidade de critérios do árbitro,ao mostrar cartões amarelos e uma grande penalidade por marcar contra o Fabril...
    E o Fabril a "abdicar" da receita da época por não ter bilhetes suficientes...

    ResponderEliminar
  4. Apesar de perder 2 pontos acho que nenhum cabeçudo saiu do Alfredo da Silva a pensar que é melhor que o Fabril

    ResponderEliminar
  5. David Fernandes23/09/2012, 19:31:00

    O resultado é injusto mas o futebol é assim. Nem sempre os melhores vencem. O GDF tem melhor equipa, ficou provado, mas precisa de finalizar melhor.

    Agora 2 notas:

    O Presidente do GD Fabril terá de explicar aos sócios porque razão nós pagámos bilhete para entrar no Alfredo da Silva e a grande maioria dos adeptos daqueles que hoje foram vestidos de 'pijama' (equipamento simplesmente ridículo) não pagaram. Isto é GRAVE e tem de ser explicado.

    Nota final para o 'regresso' a um Estádio de futebol de muitos jogadores que já representaram o GDF. Um deles até fez o golo do empate. Poucos deixaram saudades, mas gostava de deixar um abraço ao David Martins.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. grave ! eu diria gravissimo, com a agravante de ter estado nas bilheteiras e visto o problema meteu o rabinho entre as pernas e fugiu para a tribuna deixou a batata quente nas mãos das pessoas que estavam a vender os bilhetes e para o porteiros, agora gostava de saber quem vai pagar o dinheiro que o clube deixou de ganhar, que não foi pouco. changaio

      Eliminar
  6. Subscrevo o abraço ao David Martins. Foi nosso e bom mais de sete anos; temos memória. E subscrevo o "pijama". Mas quem não tem casa tem que vestir qualquer coisa...

    ResponderEliminar
  7. "E subscrevo o "pijama". Mas quem não tem casa tem que vestir qualquer coisa..."
    SIMPLESMENTE BRUTAL LOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL SEM PALAVRAS LOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL
    SÓ UMA COISA QUE PEÇO AOS RESPONSÁVEIS PELO BLOG: SE APARECEREM COMENTÁRIOS DE CABEÇUDOS NÃO PUBLIQUEM, ELES QUE ESCREVAM NOS PLÁSTICOS PRETOS QUE CERCAM AQUILO QUE ELES CHAMAM DE CAMPO.

    ResponderEliminar
  8. Vou mais longe no assunto dos bilhetes. O Presidente tem de demitir-se. No jogo que melhor receita faria o homem falhou e prejudicou o Fabril financeiramente.

    ResponderEliminar
  9. Agradecíamos aos adeptos da equipa que veste um pijama cinzento nos jogos que deixasse de comentar neste espaço até ao dia em que voltem a ter um Estádio.
    Comentários de 'cabeçudos' iguais a SPAM

    ResponderEliminar
  10. grande orgulho neste fabril os cabeçudos jogaram com 5 ou 6 jogadores dispensados pelo fabril o que quer dizer muito da qualidade deste clube so para uma amostra o numero 13 e capitao carlos andre ex barreirense fez um jogo enorme foi apesar do golo do ruben talvez o joador que mais correu dentro de campo so nao ganhamos porque no futebol e assim muitas vezes nao ganha o melhor mas pos cabeçudos que pensavam que vinham ao nosso estadio e davam nos 4 ou 5 enganaram se grande demosntraçao de força pela equipa e chamo a atençao aos olheiros dos clubes de preimeira linha portuguesa que em vez de contratarem jogadores estrangeiros que vejam a qualidade de muitos jogadores do fabril

    ResponderEliminar

Regras dos comentários

...a nossa voz mantém um sistema de comentários para estimular a troca de ideias e informações do Clube entre seus leitores, além de aprofundar debates sobre assuntos abordados nos artigos.

Este espaço respeita as opiniões dos leitores, independentemente das suas ideias ou divergência das mesmas, no entanto não pode tolerar constantes insultos e ameaças.

Assim o blog não aceita (ou apagará) comentários que:

- Contenham cunho racistas, discriminatórios ou ofensivos de qualquer natureza contra pessoas;
- Configurem qualquer outro tipo de crime de acordo com a legislação do país;
- Contenham insultos, agressões, ofensas;
- Contenham links externos que nada acrescentem à 'discussão';
- Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;

Não cumpridas essas regras, o blog reserva-se o direito de excluir o comentário sem aviso prévio.

Avisos:

- Respeitadas as regras, é livre o debate dos assuntos aqui postados.
- Os comentários são de exclusiva responsabilidade civil e penal de seus autores e/ou “reprodutores”, participantes que reproduzam a matéria de terceiros.
- Ao postarem suas mensagens, os comentadores autorizam "..a nossa voz" a reproduzi-los no blog;

Não se esqueça que para ser respeitado terá de respeitar primeiro. Este espaço respeita-o, faça o mesmo.